Não à crueldade de animais
09/07/2020
Open Banking: Desafios e Expectativas
13/07/2020
Mostrar tudo

Leite materno a salvo do Covid-19

Método de pasteurização do leite materno torna Covid-19 inativo, deixando-o a salvo do vírus

Novos passos foram dados para assegurar a saúde dos bebês, pondo-os a salvo do Covid-19, através de método de pasteurização de leite materno.

Conforme dados de pesquisa publicada no Canadian Medical Association Journal, é possível desativar o coronavírus, através da pasteurização do leite materno.

Assim, o processo de pasteurização consiste na esterilização de alimentos, submetendo-os a altas temperaturas e depois, resfriando-os com a maior celeridade. O objetivo é eliminar os microorganismos nocivos e patogênicos.

De certo, a recomendação de médicos, de modo global, é que mulheres lactantes continuem amamentando seus filhos regularmente. E ponderam que se uma mulher estiver contaminada com Covid-19, deve proceder ao método de pasteurização, tornando o leite seguro para consumo. São as orientações de Sharon Unger, professora da Universidade de Toronto, diretora médica do Banco de Leite Humano Rogers Hixon de Ontario.

Especificações do método

A fim de que o leite materno seja posto a salvo da Covid-19, as orientações consistem em valer-se do método de pasteurização Holder. Trata-se de hipótese em que se esquenta o leite por 30 minutos a 62,5 graus Celsius. Referida técnica tem o condão de inativar os diversos vírus, como o HIV e o da hepatite.

Com o intuito de comprovar a eficácia do método, pesquisadores adicionaram cargas virais de Coronavírus em amostras de leites humanos. Na sequência, fizeram uma comparação entre o que acontecia com os que permaneciam em temperatura ambiente por meia-hora e os que eram submetidos ao processo de pasteurização Holder. O resultado foi o que leite pasteurizado teve o vírus inativado depois do aquecimento.

Métodos de inclusão

Inegavelmente, referida pesquisa, com o desenvolvimento de novo método merece a parabenização do nosso escritório.

São estudos que acrescentam ao ser humano e à luta contra o coronavírus. Ainda mais quando são mais de 650 bancos de leite materno que utilizam o método Holder no escopo de colocar os bebês a salvo da Covid-19.

A torcida da nossa equipe é para que se criem muito mais bancos de leite. E que sigamos incluindo e protegendo: bebês, a família e a sociedade.

Ficaremos mais fortes depois dessa batalha!

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.